Com câmeras nos uniformes, agentes do Simtrans passam a registrar imagens e áudios das abordagens

0
41

Os agentes municipais de trânsito começaram a trabalhar, na semana passada, com o novo fardamento adotado pela Prefeitura de Vitória da Conquista, que inclui câmeras corporais. Ao todo, são 25 câmeras utilizadas pelas equipes em serviço, que vêm para proporcionar mais transparência e segurança durante as abordagens, tanto para os servidores, quanto para os condutores e envolvidos nas ações do Simtrans.

Diariamente, no início de cada turno de serviço, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) entrega os aparelhos aos agentes e, durante todo o plantão, os equipamentos colocados na altura do peitoral, gravam áudio e vídeo, sendo desligados apenas para o horário de almoço ou pequenos intervalos.

Ao fim do turno, as câmeras são entregues no Núcleo de Fiscalização Eletrônica, órgão responsável por toda a tecnologia utilizada pelo Simtrans, a exemplo da validação as imagens dos radares, das notificações do videomonitoramento e análise de declarações de ocorrências feitas pelos condutores via Declaração Eletrônica de Acidente de Trânsito (e-DAT).

Os dados são, então, transferidos para uma mesa de arquivamento, chamada de dockstation, com capacidade para dois terabytes de armazenamento. O material fica disponível para consulta por até 96 horas e pode ser solicitado pelo gestor titular da Semob ou da Coordenação de Trânsito, para o auxílio na resolução de possíveis situações conflituosas entre os agentes e os condutores. Para acesso externo, é necessária solicitação de autoridade judicial ou autoridade policial.

“É mais um passo que o órgão de trânsito municipal está dando em direção a um trânsito mais seguro, tanto para quem utiliza as vias, quanto para quem as fiscaliza”, assegurou a secretária gestora da Semob, Tônia Rocha, que é a autoridade de trânsito municipal.

Publique seu comentário